A divergência da equipe como solução nos Projetos!


Os projetos precisam de recursos (investimento, profissionais e ferramental) para executarem as tarefas com maestria.


Esta excelência em cumprir o objetivo do Projeto é resultado de, dentre outros fatores, um balanceamento entre os diversos recursos e restrições. Não é assim um bicho de sete cabeças! É um pouco mais profundo e denso do que isso, pois envolve profissionais com inúmeros perfis complementares e/ou excludentes.


Esta multiplicidade e interdisciplinaridade de perfis promovem uma intensa interação sob à luz das boas práticas de gerenciamento de projetos.


Mesmo assim os conflitos são inevitáveis devido a (mas não se limitam a essas):


  • Natureza do Projeto que tentam abordar as necessidades e os requisitos de muitas partes interessadas,

  • Do poder limitado do gerente de projetos,

  • Das restrições e premissas.

  • Dos recursos disponíveis.

No entanto, conflitos são ruins? Não, necessariamente!


Quando divergimos a respeito de um ponto de vista estamos alargando as percepções individuais em nome do objetivo maior que é o Projeto. Esta divergência só é desagregadora quando o estilo pessoal e a experiência profissional dos membros da equipe concorrem por mais atenção do que o propósito do Projeto.


Enfim, o problema só se torna pessoal se a causa-raiz do problema não for solucionada. De fato, teremos um problema maior caso o problema inicial não for solucionado completamente, ele sempre retorna. É a maldição do uso de técnicas como a Retirada (evasão) ou colocar Panos quentes (acomodação) na tentativa de evitar conflitos (retirar-se) em vez de solucionar o problema.


Portanto, o conflito proporciona oportunidades para melhorias e é uma consequência inevitável das interações organizacionais.


Sob a influência da citação de Walt Lippman: "Quando todos pensam igual, é porque ninguém está pensando", podemos afirmar que a divergência de opiniões é que alimenta um conjunto rico de alternativas interessantes.


Devido a isso, olhe através dos profissionais e vença a diferença de subjetividade para visualizar a big picture da realidade, analise de fato a causa-raiz do problema, identifique as alternativas e soluções e tome a decisão. O resto é trabalho para implementar a solução, mas principalmente conviver com a decisão que você tomou.


No entanto, neste processo de tratar os problemas de maneira natural e profissional ocorre o amadurecimento da equipe, o estabelecimento de confiança na equipe e a superação da resistência à mudança. O projeto agradece!


Fonte: Phins* Projetos (www.phins.com.br)

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Phins*

Telefone:   ( +55 11 ) 3254 7507

E-mail:  contato@phins.com.br  

© Phins* - Todos os direitos reservados.

São Paulo - Brasil